Esqueceu sua senha?

Notícias do Setor

1...Ultima
JetBov recebe aporte de R$ 3 milhões da SP Ventures Adicionado em 20/04/2018
 
E se consolida como principal plataforma de gestão para pecuária de corte. Com o investimento, a empresa pretende expandir sua base de usuários e automatizar o processo de intermediação de venda de carne.

Fonte: Fator Brasil

Intermédica gira R$ 2,7 bi em IPO Adicionado em 20/04/2018
 
Na primeira oferta inicial de ações (IPO em inglês) de 2018, o operadora de saúde Notre Dame Intermédica fixou o preço de R$ 16,50 por ação. Com isso, o IPO movimentou R$ 2,72 bilhões. A empresa estreia na bolsa com valor de mercado de R$ 8,06 bilhões.

Fonte: Valor Econômico

Creditas recebe aporte de fundo do Santander Adicionado em 17/04/2018
 
Em mais um lance de aproximação entre os bancos tradicionais e as novas empresas de tecnologia financeira (fintechs), o Santander fechou um aporte de capital na Creditas, que concede crédito com garantia em imóveis e veículos. O investimento foi o primeiro realizado no país pelo InnoVentures, fundo de capital de risco do banco espanhol.

Fonte: Valor Econômico

Fundo compra 40% da rede de franquias Fábrica de Bolo Vó Alzira Adicionado em 16/04/2018
 
Um fundo da Leste Investimentos, comandada por Emmanuel Hermann, adquiriu 40% do capital social da rede de franquias Fábrica de Bolo Vó Alzira, sediada no Rio de Janeiro. O valor da transação realizada em fevereiro não foi informado, mas com os recursos o intuito é acelerar a expansão da empresa principalmente no Estado de São Paulo.

Fonte: Valor Econômico

Kroton faz aquisição no ES, a primeira no ensino básico Adicionado em 11/04/2018
 
Após um ano e dois meses analisando o mercado de educação básica, a Kroton fechou ontem a compra de 100% do colégio Leonardo da Vinci, em Vitória (ES), conforme antecipou o Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor. É a primeira aquisição da companhia, que é líder no ensino superior, no segmento. Uma segunda transação deve ser concluída neste semestre e a expectativa é fechar o ano com três ativos adquiridos.

Fonte: Valor Econômico

Fusões e aquisições somam R$ 54,3 bi Adicionado em 04/04/2018
 
O volume financeiro de fusões e aquisições no mercado brasileiro somou R$ 54,3 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 6,86% em relação a igual período de 2017 e o maior valor investido de janeiro a março desde 2016.

Fonte: DCI

Com R$ 355 milhões, Advent eleva mais uma vez sua fatia na Estácio Adicionado em 04/04/2018
 
A gestora de private equity Advent aumentou sua participação no grupo Estácio de 10,48% para 13,5%, desembolsando cerca de R$ 355 milhões, segundo o Valor apurou. É a terceira vez desde o ano passado que a Advent eleva sua posição no segundo maior grupo de ensino superior privado do país, se consolidando como sua maior acionista.

Fonte: Valor Econômico

BTG planeja captar US$ 2 bi para fundo de infraestrutura Adicionado em 02/04/2018
 
A área de gestão de recursos do BTG Pactual planeja novas captações para investir na compra de participações de ativos e companhias, com os chamados fundos de "private equity", após cinco anos sem acessar o mercado. O objetivo é levantar US$ 2 bilhões para uma nova carteira de infraestrutura.

Fonte: Valor Econômico

Plataforma digital do agronegócio capta US$ 6 milhões Adicionado em 02/04/2018
 
A Agrofy, plataforma digital do agronegócio com sede em Rosário, na Argentina, concluiu na semana passada uma captação de US$ 6 milhões. Participaram da rodada de investimentos, liderada pela SP Ventures, os braços de corporate venture da Syngenta, Bunge, Glencore, da Endeavor e a Cresud, um dos maiores grupos agrícolas argentinos. Em três anos, a agtech já captou US$ 10 milhões.
Interesse de fundos inclui saúde, educação e mobilidade Adicionado em 29/03/2018
 
Casos como 99, PagSeguro e Nubank evidenciam o crescimento do mercado de startups no Brasil. Tais empresas ultrapassaram US$ 1 bilhão em valor de mercado, ingressando na lista de companhias conhecidas como "unicórnios". A PagSeguro fez uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) em janeiro na Bolsa de Valores de Nova York. Também no primeiro mês do ano a Didi Chuxing comprou o aplicativo de transporte 99. Já o Nubank captou, no início de março, US$ 150 milhões em sua sexta rodada de investimentos.

Fonte: Valor Econômico

Venture capital busca aquisições no agronegócio Adicionado em 29/03/2018
 
Com soluções que incluem sistema de gestão para fazendas, monitoramento de lavouras e controle de pragas, as startups do agronegócio brasileiro, conhecidas como agritechs ou agtechs, entraram de vez no radar dos fundos de venture capital. Ainda que de maneira tímida em comparação a empresas novatas de outros setores, os negócios dão sinais de maturidade, segundo investidores. Prova disso é o aumento na quantidade de startups que batem à porta dos grandes fundos em busca de recursos para a operação.

Fonte: Valor Econômico

Flytour cresce o dobro do mercado de turismo Adicionado em 28/03/2018
 
Segunda maior operadora de viagens do país, a Flytour é um caso raro no meio empresarial brasileiro. Ela não só sobreviveu sem sustos à mais severa crise econômica dos últimos anos, como cresceu muito acima da média do mercado. Em 2017, seu faturamento avançou 11,1%, chegando a R$ 5,5 bilhões. Enquanto isso, o setor de turismo registrou expansão entre 5% e 6%. Como se deu o milagre? “Com certeza, fizemos um grande trabalho de transformação”, diz Christiano Oliveira, atual presidente do grupo e filho do fundador, Eloi D’Avila Oliveira.

Fonte: Correio Braziliense

Carlyle vence disputa por subsidiária da Akzo Nobel Adicionado em 28/03/2018
 
A Carlyle, grupo de private equity americano, e o GIC, fundo soberano de Cingapura, venceram a disputa pela compra do braço de especialidades químicas da Akzo Nobel, fabricante de tintas holandesa, por € 10,1 bilhões, incluindo dívidas.

Fonte: Valor Econômico

Investimento em startups brasileiras bate recorde em 2017 Adicionado em 26/03/2018
 
Valor aplicado por fundos de venture capital no país subiu 207% no ano passado

Fonte: Folha de São Paulo

Startups atraem recursos de famílias ricas Adicionado em 26/03/2018
 
Com a queda dos juros e o aparecimento de negócios de grande projeção e valor de mercado bilionário, as startups têm atraído um perfil de investidor até agora pouco habituado a essas iniciativas: os fundos de investimento que gerenciam as fortunas das famílias mais ricas do Brasil, os "family offices".

Fonte: Valor Econômico

1...Ultima
Mapa do Site | Links Úteis | FAQ | Contato | Localização
ABVCAP RJ: Av. Nilo Peçanha nº 50 sala 2901 - Centro - Rio de Janeiro - 20020-906 | Telefone: 55-21-3970-2432
ABVCAP SP: R. Pequetita nº 145, 8º andar, cj 81 - Vila Olimpia - São Paulo - 04552-907 | Telefone +55 11 3106-5025